Resultado da Avaliação do PISA 2003

O PISA, sigla do Programme for International Student Assessment, traduzido em português com Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, é um programa internacional, criado em 1997, para realizar avaliação comparada desenvolvido e coordenado internacionalmente pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), havendo em cada país participante uma coordenação nacional. No Brasil, o PISA é coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

O objetivo do PISA é o de avaliar se os estudantes aos 15 anos adquiram conhecimentos e habilidades essenciais para uma participação plena em sociedades modernas. Uma de suas principais características é a produção de indicadores que contribuam para a discussão da qualidade da educação ministrada nos países participantes, de modo a subsidiar políticas de melhoria da educação básica. A avaliação procura verificar até que ponto as escolas de cada país participantes estão preparando seus jovens para exercerem o papel de cidadãos na sociedade contemporânea.

O PISA 2003 (segundo ciclo do PISA), com foco em Matemática, contou com 41 países, incluindo a totalidade dos membros da OCDE (30), envolvendo mais de 250 000 alunos de 15 anos. A sondagem efetuada deu um maior enfoque a Matemática e teve como domínios secundários Leitura e Ciências, bem como a área transversal de resolução de problemas.

Países participantes no PISA 2003.

  • Países Membros da OCDE:
    • Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Japão, Luxemburgo, México, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Suécia, Suíça, Turquia.
  • Países Não Membros da OCDE:
    • Brasil, Hong Kong (China), Indonésia, Letônia, Liechtenstein, Macau (China), Rússia, Sérvia, Tailândia, Tunísia, Uruguai.

O Brasil na avaliação do PISA 2003

O país que obteve o melhor resultado em Matemática, foi  Hong Kong (China) com 550 pontos; em Ciências a Finlândia com 548 pontos e em Leitura, também, a Finlândia com 543 pontos. A situação do Brasil não foi muito confortável: em Matemática, último lugar, ficou na 41ª posição, com 356 pontos; em Ciências, na 40ª posição com 390 pontos e em Leitura, na 38ª posição com 403 pontos, conforme a table ao lado.

Baixe o documento em PDF

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *